sábado, 24 de outubro de 2009

Casos de Autismo aumentam com vacinas em crianças

Casos de autismo entre as crianças duplicaram desde 2003, de acordo com uma pesquisa do governo (EUA), destacando mais uma vez a ligação directa entre as vacinas contendo mercúrio e a desordem do cérebro, como milhões de pais permitirem aos seus filhos serem injetados com o timerosal - contendo na vacina H1N1 nas próximas semanas.

"Embora a investigação tem sugerido que a prevalência de transtornos do espectro do autismo em crianças norte-americanas foi de cerca de 1 em cada 150 crianças, um novo estudo governo estima que a prevalência é mais provável que cerca de 1 em cada 91 crianças", relata E.U. News & World Report.

"O estudo, publicado na edição de outubro da pediatria, estima-se que de cada 110 jovens E.U. 10.000 serão diagnosticados em algum momento de suas vidas com um transtorno do espectro do autismo. Que actualmente se traduz em cerca de 673.000 crianças americanas com alguma forma de autismo, de acordo com o estudo. "

Epidemiologista Tom Verstraeten e Dr. Richard Johnston, um pediatra e imunologista da Universidade do Colorado, os dois concluíram que o timerosal foi responsável pelo aumento dramático nos casos de autismo, mas seus resultados foram demitidos pelo CDC.

Casos de autismo em os E.U. já aumentou mais de 2.700 por cento desde 1991, que é quando as vacinas para crianças dobrou, eo número de imunizações é só aumentar. Apenas uma em cada 2.500 crianças foram diagnosticadas com autismo antes de 1991, enquanto uma em 91 crianças agora têm a doença, mais do que um 150 em apenas seis anos atrás.

Artigo completo em Ingles:

Autism Explodes As Childhood Vaccines Increase

1 comentário:

  1. É, estou passando por isso.. Minha filha (6 anos)acabou de ser re-diagnosticada como portadora de AUTISMO INDUZIDO POR MERCÚRIO!
    Saúde pra ti!

    ResponderEliminar