sexta-feira, 23 de outubro de 2009

A Poluição pelo Mercúrio

Vejamos mais algumas informações sobre o envenenamento humano por mercúrio, tirado do site http://www.uwsp.edu/geo/courses/geog100/Lead-Mercury.htm


A maioria dos problemas com a intoxicação por mercúrio é seu efeito indolente e lento, que nunca deixa o paciente saber que é o mercúrio que está na raiz de seu problema físico [dificuldade de identificar a relação causa-efeito]. Os bebês são expostos ao mercúrio no ventre de suas mães, quando as mães transferem o mercúrio para o feto através da placenta. Assim que o feto sai fora do útero, existem muitas formas de os níveis de mercúrio continuarem a se acumular. As áreas usuais onde o mercúrio está presente são: tubo de descarga dos veículos automotores, pesticidas, fertilizantes, amálgamas dentárias, água de beber [da torneira e dos poços], farinha branca, comida processada, amaciantes de roupa, peixes e frutos do mar, talco, pigmentos de tinta e solventes, laxantes, mercuriocromo/metiolato, cosméticos, ceras e polidores de solo, preservativos para madeira, encanamentos de chumbo, adesivos, baterias, filtros de ar condicionado, etc.

Outra fonte de poluição por mercúrio, como já dissemos anteriormente, são a queima de carvão em caldeiras, nas usinas termo-elétricas e no aquecimento de lares no inverno [principalmente nos lares do hemisfério norte].

Alguns caso de envenenamento por mercúrio: Em 1965, em Niigata - Japão, 330 pessoas foram infectadas por comer peixe contaminado. Treze delas morreram. No Iraque, em 1961, no Paquistão, em 1963, e na Guatemala, em 1966, mais de 30 pessoas foram infectadas em cada caso, por comerem farinha feita de sementes tratadas com fungicidas contendo mercúrio. Nos Estados Unidos, no Novo México, um fazendeiro e sua família foram envenenados por comer um leitão que tinha sido contaminado por comer sua lavagem.

O caso mais infame de envenenamento em larga escala por mercúrio ocorreu na Baía de Minamata - Japão, em 1952: A Chisson Chemical Company jogou mercúrio no porto de Minamata. A população local comeu o peixe contaminado deste porto. Como resultado, 397 pessoas foram infectadas. Dessas, 68 pessoas morreram, inclusive 22 bebês ainda não nascidos. Minamata foi o primeiro caso conhecido de envenenamento por mercúrio em larga escala. Por isso, o envenenamento por mercúrio é algumas vezes chamado de "doença de Minamata".

Fique esperto(a)! Veja mais uma notícia sobre mercúrio abaixo [em inglês].
Abraço, Rui.


Optional: "A Dartmouth College scientist whose specialty was the dangers of heavy metals died of mercury poisoning this week, 10 months after as little as a drop of a rare toxic compound apparently seeped through her rubber gloves. Karen Wetterhahn, 48, had been hospitalized since January, when tests showed 80 times the lethal dose of mercury in her blood, a college investigation showed. After she was diagnosed on Jan. 28, Wetterhahn told investigators she remembered spilling one to several drops of dimethylmercury in August." -- Associated Press, 11 June 1997 01:38 AM ET, HANOVER, N.H. REF


In SAUDE PERFEITA

Sem comentários:

Enviar um comentário